fbpx

Vantagens de contratar mães

O mercado de trabalho ainda tem muito a desenvolver em relação à contratação de mulheres, especialmente se estas são mães. Infelizmente ainda há muito preconceito, mas ter filhos não significa que elas não possam desenvolver uma vida profissional plena e de sucesso.

Sabemos que muitas empresas ainda olham as mães de forma enviesada e elas são vistas como menos competentes e comprometidas com seus empregos. Por conta desta visão errada, muitas mulheres acabam não voltando ao mercado de trabalho quando suas licenças terminam.

O senso comum 

Apesar do avanço, ainda existem os mitos da maternidade onde as mulheres com filhos são associadas ao trabalho doméstico e ao cuidado com o lar, e, por conta disso, não conseguiriam exercer duas funções com alta performance ao mesmo tempo. 

Por conta desta cultura de que a maternidade é incompatível com mercado de trabalho, um estudo da Catho mostrou que 30% das mulheres deixam o mercado de trabalho para cuidar dos filhos. Este número é de apenas 7% entre os homens.

Cerca de 48% das mulheres que são mães disseram que já enfrentaram problemas no trabalho por precisarem se ausentar em razão dos filhos, e 20% já relataram terem sido demitidas. Além disso, ainda têm receio de chegar tarde ao trabalho para ir a uma reunião escolar. 

Porém, pesquisas recentes mostram que as funcionárias se tornam melhores e mais eficientes após se tornarem mães.

Ter mães em equipes de trabalho pode trazer muitos benefícios. Elas são dedicadas e conseguem otimizar o tempo de suas tarefas, além de motivar os demais colaboradores.

Confira abaixo algumas das principais vantagens de contratar mães!

Administração de tempo

As mães costumam ter muito jogo de cintura para administrar o tempo, afinal de contas, elas querem passar mais tempo com seus filhos, mas também se dedicar ao trabalho. Os horários são cumpridos com muito foco, gerando mais produtividade e resultados ainda melhores para empresa.

Uma pesquisa feita pela Microsoft mostrou que quase dois terços das mães que trabalham acreditam que se tornaram melhores em fazer mais do que uma coisa ao mesmo tempo no trabalho depois de terem tido filhos . 

Definir metas, criar um planejamento e implementá-lo com flexibilidade em busca dos resultados desejados é algo tão natural das mães que também pode ser aplicado ao ambiente de trabalho delas.

Empatia

Muitas mães acabam sendo mais cordiais no ambiente de trabalho e mostrando  maior capacidade de aplicar suas habilidades socioemocionais com outros colaboradores. 

Este ponto é importante, pois pesquisas mostram que gerentes empáticos têm mais lealdade e engajamento dos colaboradores do que os que são menos empáticos. Além disso, a inteligência emocional, devidamente aplicada, aumenta o desempenho ocupacional, a liderança, e a produtividade da organização. 

Dedicação

Ao contratar mães a empresa pode ter um diferencial competitivo bastante importante como a dedicação. Boa parte das mulheres precisa sustentar a casa e cuidar dos filhos, por isso, elas têm um olhar mais direcionado para as suas funções e para as metas que precisam ser atingidas. 

Elas também contam com senso de responsabilidade mais aguçado. Isso significa que, diante de algum imprevisto, elas provavelmente farão tudo o que estiverem ao seu alcance para resolver o problema da maneira mais rápida possível. 

Parceria

Times que têm mães em sua equipe vão perceber que atividades em grupo são ainda melhores. Por serem mais comunicativas e boas ouvintes, as mães conseguem dividir as tarefas com igualdade, além de gerenciar equipes e se adaptarem a diversas condições e de acordo com que o projeto demanda.

Elas também são mais flexíveis frente a um desafio ou alguma dificuldade. As tarefas costumam ser realizadas de maneira metódica e organizada, trazendo mais equilíbrio para a equipe.

Corajosas

Quem é mãe sabe que ter um filho é sair totalmente da zona de conforto. Essa é uma etapa da vida da qual todas as experiências da criança precisam de um acompanhamento cuidadoso, e a coragem de abrir mão de muitas expectativas pessoais em prol da criação dos filhos também faz parte da vida profissional.

Uma mãe consegue ter mais segurança ao tomar decisões e está sempre preparada para correr alguns riscos, se necessários, um trabalho. Essa influência contribui bastante para o desenvolvimento da equipe.

E a contratação de mães pode ser benéfica para qualquer área da empresa. Para isso, a equipe de RH pode contar com softwares de recrutamento e seleção para ajudar na escolha desse perfil. 

Para promover processos com mais diversidade e inclusão é possível usar o TAQE, uma plataforma que pode aumentar em até 400% a eficiência do processo seletivo. Experimente o TAQE!

Além da contratação de mães

Não basta somente ter mães no quadro de funcionários da empresa. Ao longo do tempo é preciso investir em estratégias para motivar essas profissionais, bem como facilitar a sua rotina profissional.

Horário flexíveis

Ao contratar mães para empresa é preciso muita empatia, afinal de contas cada família tem a sua necessidade e é preciso oferecer soluções aos seus funcionários. 

Ao proporcionar horários flexíveis para as mães elas vão conseguir organizar melhor a agenda e conciliar a vida pessoal com a vida profissional. Muitas empresas já oferecem a possibilidade do trabalho híbrido onde os funcionários podem trabalhar pelo menos alguns dias da semana na própria casa.

Auxílio-creche

Entre as preocupações de quem trabalha, uma delas é saber com quem deixar os filhos enquanto está fora de casa. 

Um dos benefícios que a empresa pode oferecer a estas funcionárias é o auxílio-creche. A organização disponibiliza, mensalmente, um bônus ao profissional que pode ser gasto em creches, com babás ou cuidadoras. 

A oferecer este benefício a empresa ajuda a diminuir o estresse do funcionário aumentando sua produtividade, bem como a sua motivação.

Educação

Além do auxílio-creche, a empresa também pode considerar parcerias com instituições de Ensino Infantil, Fundamental e até mesmo Ensino Médio. 

A empresa também pode investir nas próprias mães, dando bolsas de estudos para graduação, pós-graduação e até mesmo cursos livres. 

O que o RH pode fazer?

A área de RH é uma das protagonistas das transformações culturais e estruturais de grandes empresas. Um dos pontos que podem ser levantados em todas estas mudanças, são ações para que as mães possam ter acesso às novas oportunidades de retornar ao mercado de trabalho e incentivos para valorizar as profissionais que já trabalham na empresa.

Apesar de já termos processos seletivos mais inclusivos e diversos, muitas mães se afastam de suas carreiras e desistem das candidaturas por não estar escrito na vaga que mulheres com filhos também podem se candidatar. 

Por isso também é importante que o RH divulgue os projetos e os benefícios que tem para as candidatas mães. 

Como mostramos, ter respeito e possibilidade de flexibilização da rotina possuem impactos positivos no ambiente de trabalho, e quando associadas à contratação de mães, com as habilidades mencionadas, os resultados são ainda melhores para a companhia!