fbpx

5 dicas para um bom onboarding e treinamento de novas contratações

Com sistemas sólidos e expectativas claras, você pode tornar a integração e o treinamento de novos contratados uma experiência sem estresse

Começar um novo emprego pode ser excitante, estressante e até um pouco assustador às vezes. Da mesma forma, trazer alguém novo para um negócio também pode ser desafiador.

A integração e o treinamento de uma nova contratação devem ser uma jornada positiva para todas as partes envolvidas. Você está apresentando sua empresa a alguém novo e, como em qualquer apresentação, deseja dar o seu melhor. Você pode aliviar os estresses e garantir uma base de funcionários bem treinada e preparada, tendo processos específicos em vigor para garantir uma integração bem-sucedida e um treinamento completo.

Aqui estão cinco etapas para integração e treinamento eficazes de novos contratados.

1. Faça a contratação certa

Tudo começa com as pessoas. Ao dimensionar uma empresa, especialmente uma centrada em serviços com foco no capital humano, você deve contratar a pessoa certa. Isso pode ser um desafio quando uma lista de empregos pode facilmente render mais de cem ou mais candidatos

Conhecer o seu negócio, a sua cultura e esclarecer as expectativas pode ser essencial para fazer com que as pessoas certas cheguem às portas e ocupem as funções em que irão prosperar.

Tomar a decisão certa na hora de contratar significa conhecer seu negócio e sua cultura. O conjunto de habilidades de uma pessoa é importante, mas sua personalidade, temperamento e ética de trabalho também podem influenciar se ela se encaixa ou não. 

Às vezes, pode ser difícil reconhecer esses atributos até que a pessoa tenha começado, mas ter um processo de entrevista e contratação minucioso pode ajudar a destacar os vencedores que trarão muito para a mesa em termos de habilidade e disposição.

Não tenha pressa e seja intencional no meio do processo de entrevista e contratação. Mesmo que esteja crescendo em um ritmo vertiginoso, você não quer economizar ao ter pessoas se juntando à sua equipe.

2. Ter uma estrutura organizacional forte

Quando uma empresa tem liderança clara, comunicação sólida e bons gerentes, é mais fácil para os novos contratados saber onde eles se encaixam na equipe. A nomeação de mentores para novas contratações também permitirá que seus colegas de trabalho tenham alguma participação em como eles se saem durante o treinamento e com o que contribuem para a equipe como um todo.

Os funcionários recém-contratados devem saber a quem se reportam diretamente, quem pode se reportar a eles. Uma estrutura organizacional bem definida ajuda na alocação de tarefas e também pode definir procedimentos operacionais para um negócio.

Os novos contratados devem saber a quem recorrer para que suas perguntas sejam respondidas ou tarefas atribuídas. Esclarecer qualquer confusão para os novos funcionários agilizará o treinamento e levará a melhores resultados e retenção.

A comunicação entre a administração e da administração para a equipe deve ser clara e consistente.

3. Pré-ajuste o treinamento de integração

Os dias de ficar trancado em uma sala com um conjunto de fitas de treinamento VHS, de cerca de 1985, sobre maneiras adequadas de vestir um uniforme ou limpar respingos já chegaram ao fim. 

Hoje em dia, as empresas estão aproveitando os meios de aprendizagem online, como os oferecidos no LinkedIn ou Udemy. Com aulas em vídeo pré-gravadas que duram cerca de cinco a dez minutos, uma organização pode fornecer treinamento focado em uma ampla gama de tópicos. Áreas de importância, como expectativas de função, objetivos e até mesmo software, podem ser abordadas.

Com a pandemia mudando a forma como as empresas contratam e treinam novos funcionários, o treinamento online se tornará rapidamente o padrão em muitos setores. Ele permite que os novos contratados trabalhem em seu próprio ritmo, pausem, façam perguntas e voltem às aulas para revisão conforme necessário.

A integração e o treinamento online exigem que uma organização tenha um RH dinâmico ou equipe de gerenciamento que possa apresentar o conceito a um novo contratado e acompanhá-lo ao longo do processo. 

O sistema virtual e amplamente autoguiado não significa que você pode permitir que um novo contratado se debata sem rumo até que uma semana se passe e seja jogado aos lobos proverbiais. O apoio da equipe de contratação ou de seu gerente direto é crucial para que os funcionários eventualmente aprendam o que precisam saber e cheguem ao ponto de iniciar com sucesso suas novas funções.

4. Test drive e cross-train

É importante dar aos novos contratados a chance de testar o que aprenderam na semana de integração. Isso permite que eles trabalhem com as dúvidas sobre os quais possam ter dúvidas e se acostumem a fazer fisicamente as tarefas que se espera que façam no dia-a-dia. 

Você também pode aproveitar as oportunidades de treinamento cruzado, que permitem que as pessoas desenvolvam suas habilidades lentamente, adicionando mais e mais responsabilidades à medida que se sentem mais confortáveis ​​em suas funções.

O conceito de treinamento cruzado de funcionários também assumiu uma nova importância na esteira da pandemia de Covid. Quando os funcionários treinam em várias funções, eles podem intervir quando necessário se alguém estiver doente, cuidando da família ou de férias. 

Ter novos contratados bem treinados em várias funções também reforça a estrutura da equipe. É uma mentalidade de “estamos todos juntos” que permite que todos os funcionários novos e experientes tenham adesão ao sucesso do negócio.

5. Treinamento e avaliações contínuas

Após o término da semana inicial de integração e treinamento de um novo contratado, isso não significa que não há espaço para treinamento contínuo. A educação continuada é vital para qualquer função em uma organização. É assim que as organizações crescem e se tornam melhores. 

Oferecer orientação individual com gerenciamento e orientação contínua também mostra que você está disposto a apoiar as novas contratações e vê-las bem-sucedidas.

Oferecer avaliações de 90 dias, 6 meses e 1 ano permite que um novo contratado saiba qual é sua posição em relação ao domínio de sua função e onde pode precisar melhorar. Isso também dá ao empregador a chance de obter feedback de seus novos funcionários. 

Seu insight pode ser inestimável para ajustar processos ou descobrir o que funciona ou não. Esse feedback pode ser construtivo para startups que estão apenas começando a formar seus sistemas de contratação, integração e treinamento.

Trazer novas pessoas para sua equipe não precisa ser uma tarefa estressante. Ao desenvolver o processo de ingressar na sua equipe, pode ser valioso obter feedback dos funcionários existentes. Alcance aqueles funcionários que já fornecem um valor tremendo para sua organização. Sua contribuição pode melhorar significativamente o processo de integração e treinamento.

Por último, não negue a importância do elemento humano nos procedimentos de integração e treinamento. Cada nova contratação que você faz será diferente. Permitir que eles usem seus pontos fortes e progridam, mesmo no início, resultará em maior satisfação dos funcionários e melhor produtividade no longo prazo. 

Isso começa com a personalização de alguns dos processos de integração, permitindo que os novos contratados falem um pouco sobre si mesmos para a equipe, fora do que fazem profissionalmente ou de onde cursaram a faculdade. O aspecto social de ingressar em uma nova equipe de trabalho não pode ser descartado ou deixado de fora do processo de integração.

Com uma comunicação clara, sistemas robustos instalados e liderando pelo exemplo, você pode tornar a integração e o treinamento uma experiência emocionante e agradável.

Tradução