fbpx

Indicadores de produtividade: o que é e como eles impactam na sua empresa

É fato: empresas são formadas por pessoas que, juntas, trabalham para atingir metas pré-estabelecidas com base em estratégias previamente desenhadas. Tendo isso em mente, é inegável que a produtividade e o desempenho dos funcionários têm um impacto gigante em todo o ciclo evolutivo do negócio.

Por isso, hoje, vamos te ajudar a entender melhor o que são os indicadores de produtividade, como eles podem ser usados para mensurar resultados, quais os mais importantes para se priorizar e como avaliar todos os dados resultados obtidos focando em possíveis ajustes e melhorias internas. 

O que é um indicador de produtividade e desempenho? 

Assim como uma bússola que norteia viajantes a chegarem aos seus destinos, os indicadores de desempenho e produtividade são ferramentas que contribuem para que uma empresa saiba, de forma realista e pautada em dados, em que ponto está e onde vai chegar. 

Em linhas gerais, por meio de inúmeras métricas avaliativas, o indicador de produtividade vai trazer para o departamento de recursos humanos respostas a perguntas, como “Qual o nível de entrega dos meus colaboradores?”, “Quanto tempo o time gasta em determinada tarefa?” ou “Qual o custo da equipe com base no que vem sendo produzido?”. 

Medir o nível produtivo de um funcionário, equipe ou da empresa como um todo vai colaborar para análises mais assertivas e definições claras de parâmetros de qualidade e produção. Com isso feito, será muito mais fácil entender o atual nível de entrega da empresa e como melhorá-lo em busca de maior lucratividade. Mas claro, tudo isso sem esquecer da satisfação e bem-estar do time. 

Além disso, dar uma atenção especial a esse quesito trará ganhos enormes na otimização da produção, aumentando a produtividade sem que, para isso, haja perda de qualidade do produto ou serviço entregue. 

Principais indicadores para sua empresa

Quando pensamos em produtividade, são muitas as variantes que podem ser levantadas. Por isso, se você ainda não está muito habituado com o tema, mas quer entender melhor quais os principais indicadores para usar dentro da empresa, continue por aqui. 

Abaixo, vamos te mostrar, em linhas gerais, os tipos de indicadores relacionados à produtividade e desempenho e como medir cada um deles. 

Mas antes, é importante entender como um indicador funciona. A mecânica é bem simples: primeiro, você estabelece um índice padrão que servirá de régua para sua análise. Em seguida, é hora de calibrar os resultados obtidos. Por fim, basta comparar esses resultados ao índice estabelecido para, então, fazer a mensuração e enxergar o nível em que a empresa se encontra de acordo com os objetivos até então desenhados. 

Indicadores de desempenho costumam classificar e metrificar dados relacionados à: 

  • Qualidade: Medem o resultado final de tudo o que é produzido, levando em conta se os critérios exigidos pela empresa/público externo foram cumpridos. 
  • Capacidade: Dá uma visão ampla sobre a capacidade produtiva do colaborador ou da equipe, levando em conta um determinado intervalo de tempo. 
  • Estratégia: Focam em identificar e analisar se as metas estabelecidas estão sendo cumpridas e se existem possíveis “gargalos” que precisam ser revistos em busca da melhoria do desempenho.
  • Produtividade: Elucidam como anda a capacidade de entrega do time comparado com a quantidade de recursos destinados para a execução da tarefa. 
  • Turnover: Fornecem as estatísticas de entradas e saídas de funcionários da empresa. Dependendo do valor obtido, é possível criar ações que evitem a saída demasiada dos profissionais, colaborando para a retenção de talentos e diminuição de custos com contratação. 

Como mensurar produtividade, desempenho e satisfação?

Medir os resultados pode ser uma tarefa simples, mas vai exigir de você e do seu RH bastante paciência e tempo. A coleta de informações pode ser feita por meio de pesquisas físicas ou on-line, dependendo de como for o padrão de comunicação interna da sua empresa. Já a análise pode ser feita com base em planilhas de Excel ou até softwares especializados no tema que dão mais velocidade e suporte a essa etapa. 

Seja qual for o recurso empregado, é muito importante se atentar aos dados obtidos. A partir deles é que a  empresa pode identificar as lacunas a serem exploradas, bem como formas de melhorar processos e estratégias. Lembre-se: não existe nada melhor do que dados para nortear nossas decisões. Confie neles! 

Trabalhe em cima dos resultados

Você já fez sua pesquisa, coletou e analisou os dados. E agora? A resposta para essa questão é bem direta: mãos à obra! 

Apresentar os resultados obtidos para a direção da empresa, bem como criar ações baseadas nas informações coletadas é essencial para o processo de evolução e melhoria da companhia. 

Pode ser que você descubra que sua empresa está indo muito bem e que tanto a equipe quanto os parâmetros já utilizados estão contribuindo para um crescimento positivo da organização. Mas, também pode ser que você identifique pontos de atenção que vão precisar de muita dedicação e trabalho para serem ajustados. 

Dessa forma, alinhar o discurso com o comando da empresa e garantir que será possível atuar de maneira tática nesses pontos vai contribuir para que a companhia, de fato, alcance o grau de evolução e desenvolvimento que almeja. E claro, como todo negócio, esse é um dos pontos mais sensíveis e importantes se a ideia é continuar existindo dentro do mercado. 

Preocupe-se também em criar formas de armazenar essas informações, criando uma espécie de banco de dados para consulta. Assim, tanto você quanto a equipe – e quem mais vier compor o time – terá acesso a todo o conteúdo, possibilitando, até, novas visões e ideias acerca dos problemas já elencados. 

Esperamos que você tenha gostado de tudo que leu aqui e que esse conteúdo possa contribuir positivamente para o seu trabalho. Assegurar produtividade e satisfação em uma empresa, de fato, não é tarefa fácil, mas com informação e tecnologia, é possível garantir esses índices, desde o processo seletivo até a contratação. 

Por falar em processos seletivos, se você quiser descobrir como encontrar os melhores candidatos e aumentar a eficiência do seu R&S, faça uma demonstração gratuita com o TAQE. É rápido, simples e fácil. Aproveite.