Autoconhecimento: como desenvolver essa competência nos colaboradores?

Conhecer a si mesmo, não vamos falar da sua cor favorita ou música, mas sim, das suas características individuais e únicas, que às vezes, nem você mesmo sabe quais são. Isso é o autoconhecimento. E a importância de saber sobre isso, você verá no decorrer deste artigo. Confira.

O que você irá saber neste artigo:

O que é o autoconhecimento para a carreira?

Na carreira, o autoconhecimento ajudará a lidar melhor com questões, como: valores. É vital que quem esteja inserido no mercado de trabalho tenha, de fato, um autoconhecimento. Dessa forma, conseguirá traçar uma carreira mais sólida, gerando benefícios ao longo prazo, pois saberá os seus objetivos.

E entender o potencial é benéfico tanto para o colaborador, quanto para a empresa. Pois isso, grandes organizações investem nesse tipo de qualidade, onde já passaram a entender a valorização do autoconhecimento.

O que é desenvolvido no autoconhecimento?

O principal desenvolvimento aqui é a percepção melhor sobre o que deseja no ambiente profissional. Aonde quer chegar. E o mais importante: contribuir para as suas relações interpessoais, tornando o ambiente de seu trabalho em um local mais harmonioso.

Se listarmos os maiores desafios para uma empresa relacionado a questões humanas, provavelmente a relação entre elas é um dos principais fatores. Muito disso ocorre por questões emocionais, falta de preparo e de um objetivo claro. Tudo o que o autoconhecimento ajudará a desenvolver.

Imaginemos um cenário onde uma equipe precisa lidar com a pressão diária por resultados. Mas internamente, esse grupo de colaboradores possuem diferenças que se exaltam ao ponto de interferir em todo o ambiente.

O resultado acaba sendo bem claro, além de uma diminuição da produção junta a qualidade, o ambiente estressante vira um barril próximo de explodir.

Toda essa situação acaba levando a questões mais complexas, chegando a casos mais elevados que afetam a saúde mental de quem está ali envolvido.

Com todos os participantes tendo esse lado mais desenvolvido, é possível evitar esse tipo de complicação, pois, a pessoa com seu autoconhecimento desenvolvido, saberá se guiar e entender toda atmosfera que a cerca. Auxiliando a evitar essas questões, que trarão nenhum benefício.

Qual é a importância do autoconhecimento para o desenvolvimento profissional?

Tudo. Vivemos em uma época com grandes desafios e mudanças repentinas. Muitos não conseguiram se adaptar e cuidar de sua saúde mental e aproveitar o máximo de um trabalho de forma remota. Com o autoconhecimento, o colaborador consegue ter uma ideia de suas motivações, propósitos e objetivos, sabendo aceitar e desenvolver questões apresentadas como oportunidades de ser um profissional melhor.

Além disso, os recursos humanos podem evitar a saída repentina de um bom profissional, que por motivo de esgotamento de sua saúde mental, por exemplo, se desliga da empresa, o que não é interessante para a organização. Mapeando essas questões, esse tipo de ocorrência pode ser evitado, gerando outros processos, como a busca por novos colaboradores e a própria rotatividade de profissionais, que acrescenta mais gastos.

Quais os desafios na busca pelo autoconhecimento?

O principal desafio sempre será as relações humanas. Basicamente, o autoconhecimento não só mostrará a você o seu modelo mental de agir, mas sim, dos seus colegas de trabalho e até dos líderes do seu ambiente de trabalho. A partir desse ponto, você poderá ter uma convivência e percepção melhor da situação ao seu redor. Capacidade vital, mas que se afetará com as imprevisibilidades da mente humana.

Outro ponto, é a verdade que muitos não gostam de receber. Entenda, o autoconhecimento mostrará o seu defeito e você passará a aceitar que isso é um defeito e que será corrigido, com o propósito de crescimento. Nem todos possuem essa mente aberta de aceitar um erro e que fará uma correção em si para poder evoluir.

A crítica não é bem-vinda para todos, sendo um lado importante a ser trabalhado. Nem sempre estamos desempenhando o nosso melhor papel, nem sempre notamos isso nós mesmos. Receber essa informação pode gerar estranheza, mas fará parte do processo.

Qual o papel do RH em desenvolver o autoconhecimento nos colaboradores?

O Rh tem como papel apresentar à empresa os benefícios de investir em um programa de autoconhecimento. A cultura de que pessoas fazem empresas para pessoas, precisa ser o lema de qualquer organização. Pois, alguém com autoconhecimento possui uma saúde emocional boa, o que proporciona um ambiente de trabalho melhor e consequentemente um considerável aumento de produtividade.


Quer saber como contratar os profissionais certos e aumentar em 400% a eficiência de contratação da sua empresa?

Conheça o Software de Recrutamento e Seleção da TAQE:


Quais os Benefícios do Autoconhecimento para o profissional?

Para o colaborador, é a melhora de suas relações interpessoais, ajudando o ambiente no qual ele trabalha e dando um caminho mais concreto dentro do mercado de trabalho, sendo uma verdadeira bússola apontando para o norte, em direção ao crescimento.

Já para as empresas, o principal benefício é o aumento da produtividade de seus colaboradores, além do bom relacionamento que poderá ocorrer entre eles. Fora a diminuição de gastos desnecessários e evitáveis, como a diminuição do turnover.

Como aumentar a produtividade dos funcionários através do autoconhecimento?

Essa questão demandará tempo e força de vontade para melhorar hábitos ruins. Isso tudo, será feito a partir da psicoterapia, onde profissionais ajudarão as pessoas a entender melhor como suas emoções, sentimentos e hábitos afetam suas vidas.

É importante entender que todos os métodos sempre passarão pelas mãos de psicólogos, que poderão usar técnicas como: avaliação psicométrica, usando testes que avaliam habilidades, preferência e até a comunicação dos participantes. E, avaliação de inteligência, importante opção para casos de designação mais assertiva de cargos.