fbpx

A sua empresa é eficiente? Saiba que a chave para o sucesso dos negócios é agilidade e não eficiência

Nossa organização, como muitas outras, fez a transição de uma equipe de 700 pessoas para trabalhar em casa em 72 horas durante os primeiros dias da Covid. Não havia políticas ou processos em vigor para esse cenário. Não há manuais de funcionários sobre como realizar essa tarefa monumental com sucesso. Nós apenas fizemos isso. 

Muitas vezes, no mundo dos negócios, a eficiência é vista como a solução de vários problemas. No entanto, a pandemia nos ensinou que esse foco na eficiência precisa ser equilibrado com resiliência e agilidade. Embora as eficiências possam impulsionar processos escalonáveis e repetíveis, a agilidade permite que uma organização continue a prosperar em tempos de incerteza, como aqueles que vivemos em 2020.

Agilidade é um seguro para o desconhecido

A agilidade cria um ambiente que permite que sua empresa se adapte em um ritmo rápido. É a capacidade de identificar, preparar e resolver interrupções com o menor impacto negativo possível em sua empresa. A agilidade é baseada em uma cultura de aprendizagem, renovação, assumir riscos e reinventar.

Centenas de milhares de empresas fecharam suas portas em 2020 por causa dos desafios que a Covid apresentou. As empresas que continuaram a ter sucesso são aquelas que foram flexíveis em suas operações, reinventaram sua marca, desafiaram a maneira como conduzem os negócios interna e externamente, reinventaram seus esforços de marketing e muito mais. 

As empresas com alta agilidade – aquelas que conseguiram mudar para o ambiente online, trabalhar em casa e adaptar seu modelo de negócios para atender a uma base de clientes em quarentena em casa – estão prosperando agora. 

Quando a eficiência dá errado

As organizações buscam eficiência porque acham que isso aumentará os resultados financeiros, e às vezes isso acontece. No entanto, a eficiência também pode criar uma cultura que sufoca a capacidade dos funcionários de inovar e usar seu próprio julgamento para resolver novos desafios e problemas.

Como saber se sua empresa é ágil?

Medir a eficiência é simples. Quando os custos operacionais e as horas estão inversamente relacionados aos lucros e à produção, você sabe que uma organização está se tornando mais eficiente. A eficiência é um jogo de números.

 

Medir agilidade e resiliência é mais problemático, pois dados concretos podem ser difíceis de obter para medir um ativo intangível. Algumas ideias para medir a agilidade em sua organização incluem:

  • Meça o nível de estresse durante os períodos de mudança. Quanto mais falta agilidade nas pessoas para lidar com as mudanças, mais estresse elas sentirão. Com o tempo, se sua equipe ficar menos estressada durante os momentos de transição ou transformação, você saberá que seus funcionários estão desenvolvendo agilidade.
  • Invista em pesquisas de agilidade. Várias empresas oferecem programas de pesquisa de agilidade e resiliência profissionais que podem ajudá-lo a obter uma visão sobre a pontuação de agilidade da sua organização.

Uma organização equilibrada é mais resiliente

As empresas tendem a contratar um único “tipo” de pensador que parece corresponder à cultura da organização. Mas esse pensamento de via única pode levar a grandes lacunas em agilidade e eficiência.

Para uma organização ter o melhor dos dois mundos – o equilíbrio que ajuda a aumentar a eficiência e a resiliência – ela precisa ter uma equipe de pensadores ágeis e criativos e pensadores lineares com o cérebro esquerdo.

Quando surge uma crise, os pensadores criativos entram em ação, desenvolvendo soluções novas rapidamente. Os esquerdistas aguardam para manter os criativos fundamentados. Juntos, eles formam uma equipe poderosa de resolução de problemas. 

Como aumentar a resiliência em sua organização

A resiliência não acontece simplesmente. Desenvolvê-lo exige investimento financeiro e de tempo dos líderes de sua empresa. Aqui estão algumas maneiras de aumentar a resiliência em sua organização:

  • Use ferramentas de avaliação comportamental, como o Índice Preditivo, em seu processo de contratação para ajudar a atingir o equilíbrio certo entre pensadores criativos e lineares em sua equipe.
  • Treine seus líderes sobre como diminuir o estresse em novas situações.
  • Faça parcerias entre “pessoas da planilha” e “pessoas criativas” nas equipes. Eles irão influenciar e equilibrar um ao outro. Isso também se aplica à liderança. Um CEO criativo e um CFO orientado por processos são uma ótima combinação.
  • Use estudos de caso de como outras empresas mudaram durante uma crise para inspirar e educar sua força de trabalho.
  • Dê aos funcionários a agência para tomar suas próprias decisões e inovar no local.

 

Agilidade é uma habilidade que sua organização pode aprender

Se sua organização está carente de agilidade no momento, toda esperança não está perdida. Mesmo as mentes mais orientadas para o processo têm a capacidade inata de abraçar a solução criativa de problemas quando recebem o incentivo certo. Comprometa-se a desenvolver agilidade e resiliência em sua organização de cima para baixo. Invista em treinamento e testes para ajudar seu pessoal a prosperar em novas condições, e você verá resultados que ajudarão sua empresa a prosperar.

 

Tradução