Teste de personalidade: Identificando o perfil de um candidato

Existem diversas ferramentas que ajudam os profissionais de RH na hora de tomar a decisão na contratação de um novo colaborador. E um desses auxílios é o teste de personalidade. Mas, para que serve? O que é? E quais os principais. Bom, neste artigo daremos algumas informações relacionadas ao assunto. Confira.

O que é o teste de personalidade?

Teste de personalidade é uma técnica de avaliação que visa entender os traços da personalidade e o funcionamento psíquico de um indivíduo, através de testes gráficos e perguntas, sendo aplicado de forma constante e padronizada.

Para ser considerado um bom teste, a produção precisa apresentar dois elementos importantes: a confiabilidade e a validade. A primeira busca demonstrar resultados concretos, onde, mesmo que seja feito em período de dias distantes, o resultado se mantenha para a mesma pessoa. Já a segunda, visa comprovar o que o teste expõe, podendo até prever comportamentos e emoções da vida real.

Para que servem os testes de personalidade?

De forma resumida, o teste busca identificar características únicas das pessoas e dar uma análise mais detalhada de como ela poderá se comportar em certas situações. Por isso, em uma seleção de candidatos, o recrutador, através dessas informações, poderá utilizar um novo peso para decisões na hora de escolher os candidatos certos para as funções ideais.

Como fazer um teste de personalidade?

Na internet, está cheio de testes de personalidade online, que você poderá fazer agora mesmo. Confira:

Aqui basta escolher qual o seu sexo e responder cerca de 3 perguntas sobre como é a sua vida, marcando a caixa que mais se aproxima. Pronto, você terá um conhecimento maior sobre seus pontos fortes e fracos, e até descobrir uma carreira ideal no mercado de trabalho.

Desenvolvido por psicólogos, o Ipersonic promete entregar um resultado satisfatório em apenas 60 segundos, com 4 passos e sem a necessidade de registro.

Como o nome já diz, aqui, determinará sua personalidade através da preferência por uma seleção de cores. Basta apenas informar o seu nome e iniciar o teste.

Provavelmente um dos mais conhecidos, esse teste propõe responder algumas perguntas para descobrir qual animal você é, traçando um perfil relacionado sobre o indivíduo.

Mais robusto, por aqui será necessário encarar 120 questões, em cerca de 10 minutos.

O que responder?

Antes de tudo, é importante entender que nem todo profissional usará este tipo de teste como divisor a decisão de contratar algum candidato, isso varia de recrutador para recrutador. Outro ponto, não há uma resposta certa. Lembre-se, o teste de personalidade definirá a sua personalidade, no caso, definirá quem você é, e se está apto para determinada vaga. Por isso, sinceridade é um ponto importante, além de certa noção em determinadas questões, que buscam o óbvio.

Entender a sua personalidade, também facilitará encontrar o seu lugar no mercado de trabalho.

Como aplicar um teste de personalidade?

Primeiro, precisamos saber qual o objetivo desse teste. Sim, há testes para diversas finalidades. Deseja contratar um líder para a empresa? Um funcionário com rápida absorção de conhecimento? Alguém que exija bons reflexos? Na sequência, é necessário entender a urgência e uma possível verba para a execução dos testes. Sim, existem testes que demandam mais tempo e até certo investimento para serem realizados.

Sabendo disso, basta o profissional capacitado, isso é muito importante para se conseguir um resultado satisfatório, ficar a cargo durante a entrevista de emprego ou dinâmica de grupo.

Com a tecnologia em crescimento, como já visto no tópico anterior, é possível realizar os testes de forma online, não necessariamente no local de trabalho.

Pilares do teste de personalidade

Citaremos cinco pilares utilizados nos principais testes, como o big five, que são: agradabilidade, conscienciosidade, extroversão, neuroticismo e abertura para novas experiências.

Explicando melhor cada pilar:

Agradabilidade:

Engane-se quem acha que esse pilar foca em quão agradável você é, mas sim, em como se preocupa em agradar outras pessoas. Além da cooperação com o próximo.

Concienciosidade:

Busca classificar a autodisciplina, indicando se a pessoa apresenta bons comportamentos de organização e de disciplina, fatores importantes em qualquer forma de recrutamento.

Extroversão:

Foca em demonstrar o quanto o candidato está confortável com o contato social ou quanto você procura a companhia e estímulo de outras pessoas. É importante essa descrição, pois muitos acreditam que esse pilar busca descobrir se a pessoa é tímida ou não, o que não é o caso.

Neurotiscismo:

Aqui mostrará a estabilidade emocional, quanto a pessoa suporta situações de muito estresse ou carregadas de emoções negativas.

Abertura para novas experiências:

Aqui sim, o nome já representa bem a sua função, onde mostrará a curiosidade em experiências novas e se a pessoa tende a ser mais livre em certas situações ou tradicionais.

Resultados dos testes de personalidade

Como já citado neste artigo, o teste de personalidade mostrará a quem o responder a sua personalidade, até mesmo algo mais oculto, que talvez não tenha uma percepção clara ao indivíduo. Como isso acontecerá? Com o resultado, que a partir das respostas, trará um conteúdo explicativo sobre a personalidade da pessoa.

Este tipo de conteúdo é feito por um profissional da área, baseado em estudos relacionados a comportamento, trazendo o mais assertivo possível, dentro da validade do teste de personalidade.

Para uma entrevista, é interessante não chamar esta ação de teste, mas sim de avaliação, onde não necessariamente a obrigação de resultados positivos e negativos ou certos e errados.

Quais os melhores testes?

Não há o melhor. Mas sim, o melhor para determinada situação. Por isso, abaixo, descrevemos cinco testes de personalidade:

Teste De Apercepção Temática Tat

É um teste projetivo desenvolvido em 1935 por Henry Murray, que buscava determinadas características da personalidade, através da apresentação de quadros que retratam certo número de situações sociais e relações interpessoais. A pessoa examinada deve descrever a situação da imagem, a partir daí é realizada uma análise. No formato atual, há 32 quadros, onde o examinador seleciona de 10 a 12.

teste-e-apercepção-tematica-tatExemplo de um dos quadros

Entenda mais como é aplicado

MMPI (MINNESOTA MULTIPHASIC PERSONALITY INVENTARY)

Esse teste consiste em mais de 500 afirmações onde o indivíduo deverá responder entre “verdadeiro”, “falso” ou “não sei dizer”. Já o seu conteúdo abrande diversas áreas, como: social, política, saúde, religiosa, educacional e familiar. Há tipos diferentes de teste MMPI, que variam o seu uso para adultos e adolescentes, onde poderá testar questões como: hipocondria, depressão, histeria, desvio psicopata, masculinidade/ feminilidade, paranoia, esquizofrenia e introversão social.

Nitidamente este teste visa mais questões de psicopatologia, onde mostrará possíveis condições relacionadas à saúde mental.

Teste de Rorschach

Parecido com o TAT, este teste consiste na apresentação de cartões com manchas, onde o indivíduo deverá descrever o que literalmente a pessoa está vendo. Dessa forma, o profissional poderá medir questões como conflitos que esteja passando. O teste de Rosschach pode ser aplicado em diversas idades e possui como ponto negativo o alto custo dessas pranchas, que são importadas.

teste-de-rorschachExemplo das manchas

Neste vídeo, a professora Maria Angelica Oliveira Gabriel, graduada em Psicologia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, especialista em Psicologia Social, mestre em Psicologia (Psicologia Social) pela Universidade Gama Filho (1996), explica mais sobre o teste de Rorschach. Confira:

Para os mais curiosos, Rorschach, ou Hermann Rorschach foi um psiquiatra e psicanalista freudiano suíço, nascido em Zurique, Suíça, em 1884. É o responsável pelo desenvolvimento deste teste, onde em junho de 1921, publicou o livro Psicodiagnóstico, contendo as conclusões de seus estudos e experimentos com as pranchas por ele elaboradas. Um ano depois, com apenas 37 anos, vem a falecer de peritonite, provavelmente resultante de um apêndice rompido.

Teste de Atenção Concentrada

Conhecido como AD, este teste visa avaliar a capacidade cognitiva, demonstrar uma prévia comportamental, mostrar o quão detalhista o candidato é. Além de indicar um patamar de raciocínio lógico.

Para aplicar este teste, o candidato deve estar em uma sala isolada de barulhos externos, com boa iluminação e disposto de uma mesa e cadeira. O entrevistado receberá uma folha com vários padrões geométricos espalhados (quadrados em branco, quadrados preenchidos, quadrados com pintas, por exemplo). Dessa forma, ele deve achar uma sequência predeterminada, que lhe é dada de antemão, quantas vezes conseguir.

QUATI (Questionário de Avaliação Tipológica)

Importante para os profissionais de recursos humanos, o QUATI visa avaliar o comportamento do entrevistado em questão de trabalhado de grupo, mostrando se o mesmo é individualista ou “de grupo”. Para mais, os especialistas em RH poderão ter ideias de como melhorar diversas situações da empresa através desse teste, como:

  • Reajuste salarial;
  • Alteração de cargo;
  • Novas oportunidades em educação empresarial;
  • Em uma melhor gestão de conflitos.

Teste Paleográfico

Para quem já fez provas para tirar a habilitação, muito provavelmente lembrará deste teste. Aqui, visa a capacidade de concentração, foco e velocidade de resposta da pessoa frente a mudanças repentinas. Ele é conhecido pelos traços verticais e horizontais que o indivíduo deverá realizar.

teste-paleograficoExemplo de Teste Paleográfico