fbpx

Saiba o que é clima organizacional e como usá-lo para medir a satisfação dos seus funcionários

Sua empresa quer crescer? Então pare o que você está fazendo e leia este artigo. Muito além das tradicionais ações de marketing, hoje, as companhias também precisam focar na satisfação de seus colaboradores quando o assunto é crescimento, o que implica em manter um bom clima organizacional. 

Cuidar do bem-estar físico e emocional do funcionário traz benefícios não só para o time, mas também para a organização como um todo. Afinal, pessoas felizes atuam com mais qualidade e entregam mais eficiência e produtividade. 

Neste post, você vai entender o que é o clima organizacional, quais os principais indicadores relacionados a essa pauta e como medir esse índice para promover ações que impactem diretamente na satisfação dos funcionários. 

O que é clima organizacional?

Antes de pensar em formas de coletar dados, desenhar estratégias ou como construir um bom clima dentro da organização, é importante entender o conceito deste que é um dos índices mais essenciais para a saúde e imagem de uma empresa. 

Quando falamos em clima organizacional, estamos nos referindo à percepção que as pessoas têm acerca de uma empresa, levando em conta seus aspectos psicológicos. É o clima que vai indicar qual o estado de ânimo daquele funcionário e como ele vem enxergando a companhia e suas políticas. 

Do ponto de vista do colaborador, a construção de uma imagem positiva pode levar em conta diversos fatores, como a oferta de bons benefícios, relação com gestores, transparência nos processos internos, entre outros. Saber trabalhar cada um desses itens é uma missão árdua para o departamento de recursos humanos. Mas, se feito, pode contribuir de forma muito positiva para o crescimento da companhia como um todo. 

Além disso, a promoção de um ambiente saudável para se trabalhar evita que doenças como a Síndrome de Burnout, por exemplo, que foi considerada pela OMS, em 2019, como uma das doenças relacionadas ao trabalho, se instalem na empresa, atingindo não só o aspecto profissional dos funcionários, mas, também, o pessoal. 

Cultura organizacional é a mesma coisa que clima organizacional? 

Essa é uma pergunta que sempre surge quando falamos acerca desse tema. Muita gente se confunde com cultura e clima organizacional, porque, de fato, elas são conceitos bem próximos, mas isso não significa que sejam a mesma coisa. 

Enquanto que o clima organizacional está diretamente relacionado às sensações do colaborador para com a companhia, ou seja, às avaliações individuais e julgamentos de valor que o funcionário faz da empresa, a cultura organizacional refere-se mais às práticas, diretrizes, valores e preceitos pré-estabelecidos pela própria companhia como forma de direcionar o clima. 

Por serem parecidas, é comum acontecer uma compreensão distorcida sobre os termos. Mas pensar que a cultura é algo que já vem da empresa e que é percebido pelo colaborador assim que ele se integra ao time, enquanto que o clima é uma visão pessoal dele para com a empresa pode ajudar muito na hora de traçar uma estratégia de atuação correta e, consequentemente, um cenário de trabalho mais adequado a todos. 

Identificando indicadores de clima organizacional 

Depois de entender o contexto, é hora de arregaçar as mangas e partir para a ação. Existem inúmeras maneiras de se medir o clima dentro de uma empresa e todos podem contribuir positivamente para seus processos. 

A forma mais simples de mapear e coletar dados é com a pesquisa de clima, que pode ser feita de forma física – com o preenchimento de um formulário, por exemplo – ou digital – por e-mail ou através de alguma ferramenta de comunicação interna que a empresa já utilize.

Nessa pesquisa, você e seu RH podem incluir diversas perguntas relacionadas ao dia a dia do trabalho exercido, às práticas e políticas adotadas, bem como questionamento acerca das lideranças, salários, cargos, benefícios, ações de endomarketing e afins. 

Com o resultado, é possível rastrear padrões de comportamento, possíveis problemas de convivência – seja entre colaborador e gestor ou dentro da própria equipe – e até oportunidades para implantação de novos recursos em prol dos funcionários. 

Normalmente, esse feedback vem acompanhado de uma série de dados enriquecedores, capazes de auxiliar o RH a identificar e metrificar dados, como: 

  • A produtividade dos funcionários
  • O nível de rotatividade das áreas
  • Taxas de absenteísmo e reclamações trabalhistas 

Cada um desses indicadores vai apontar um caminho pelo qual a empresa pode seguir e explorar a fim de desenvolver novos meios para construir e fortalecer sua imagem com o público interno.

O eNPS e a satisfação dos colaboradores e candidatos

Outra forma eficaz e relativamente simples de entender o grau de satisfação interno de seus colaboradores é o uso do eNPS. Com o Employee Net Promoter Score, é possível medir – por meio de um sistema de pontuação – o quanto seus funcionários estão felizes com a empresa. 

A aplicação desse método pode vir aliada a sua pesquisa de clima. Basta incluir na sua listagem a seguinte pergunta: “Em uma escala de 0 a 10, o quanto você recomendaria nossa empresa a seus amigos e familiares?”. 

De acordo com as notas datas, você vai descobrir o percentual de pessoas “promotoras” (aquelas que estão engajadas com a marca e prontas para defendê-la e elogiá-la), de pessoas “neutras” (funcionários que não estão em contentes, nem descontentes com a companhia) e, por fim, de pessoas “detratoras” (aquelas que estão muito insatisfeitas com o ambiente de trabalho e que  vivem se queixando sobre a empresa e suas políticas). 

Depois, é só subtrair o número de promotores dos detratores para, então, descobrir o nível do eNPS da organização e, assim, ter uma visão mais realista e concreta do nível de satisfação das pessoas. 

Além do público interno, lembre-se também de medir a satisfação dos seus candidatos dentro dos processos seletivos executados. Contar com uma ferramenta de ponta, que entrega a melhor experiência de uso – tanto para o candidato quanto para o recrutador – pode ajudar muito no sucesso das suas próximas contratações. No TAQE, por exemplo, você tem acesso a tudo isso e ainda pode testar gratuitamente a eficiência da plataforma. 

Entender, mapear e aplicar soluções com o objetivo de melhorar a satisfação dos funcionários com sua empresa é primordial para a evolução de qualquer empresa. A partir de hoje, procure saber mais sobre clima organizacional, avalie as métricas e esteja sempre preparado para colocar em prática novas ideias. O resultado é benéfico para a organização, para a saúde mental dos seus colaboradores e para a imagem externa do seu negócio.